Implantação Adsense
Clever
JADE
SeedTag
Vidoomy
Google Analytics – Universal
Google Analytics – GA4
TAG Google
 

Pato “revela” ter recebido proposta do Chelsea antes de voltar ao Brasil

Por | 9 de abril de 2013

Antes de chegar ao Corinthians, Alexandre Pato foi alvo de propostas de diversos clubes do futebol mundial. No entanto, uma forte investida pelo atacante era desconhecida até a noite desta segunda-feira. Durante o programa “Bem Amigos”, do SporTV, o apresentador Galvão Bueno “entregou” três ofertas do Chelsea pelo jogador do Corinthians.

Durante a atração, Galvão falou sobre os times que procuraram Pato. O apresentador citou o Paris Saint-Germain, Arsenal, Barcelona e afirmou que o atacante negou três propostas do Chelsea durante o período em que defendeu o Milan.
Apesar de manter uma postura cautelosa, o jogador do Corinthians não negou nenhum dos nomes citados por Galvão. Mesmo com a “confirmação” do forte assédio, o atacante afirmou estar feliz no Corinthians e que escolheu o clube paulista por conta do calor da torcida alvinegra.

“Eu tive muitas propostas. Eu escolhi o Corinthians pelos ótimos profissionais. Tem um treinador muito bom e isso pesou bastante. Até mesmo o ponto da torcida, quando eu vim para o jogo da Libertadores senti o calor da torcida e isso me deixou com certeza da decisão que tomei”, disse.

Quem também acabou ajudando o atacante do Corinthians foi Bárbara Berlusconi, sua namorada e filha de Silvio Berlusconi. Em 2012, Pato acompanhou a decisão da Libertadores para passar o tempo até o horário de busca-la no aeroporto.

“No ano passado, eu estava na final da Libertadores. A Barbara ia chegar às 4h do dia seguinte. Falei com o Gilmar Veloz, meu empresário, e pensei em ir para o jogo e depois a buscaria no aeroporto. E ali, mesmo eu não sendo jogador do Corinthians, já recebi o carinho dos torcedores. Isso ajudou a minha vinda”, completou.

Além de falar sobre as propostas que recebeu, Pato comentou sobre a forte concorrência para garantir um lugar na seleção brasileira para a Copa das Confederações. De acordo com o atacante, o ideal é manter o foco no trabalho realizado com o Corinthians para ser convocado mais vezes.

“Temos muitos companheiros e todos são fortes. Tenho que pensar no meu trabalho no Corinthians para depois pensar na seleção brasileira. Tem o Fred, o Leandro Damião, tem o Leandro, o Luis Fabiano e são todos grandes jogadores”, completou.

Fonte: UOL