Implantação Adsense
Clever
JADE
SeedTag
Vidoomy
Google Analytics – Universal
Google Analytics – GA4
TAG Google
 

Maior garçom do Corinthians em 2014, Jadson vira terceira opção de Mano

Por | 13 de outubro de 2014

Em 2014, Jadson é o jogador corintiano que mais deixa os companheiros na cara do gol. No Campeonato Brasileiro, foram 46 passes para finalizações. Cinco desses passes viraram, efetivamente, gols do Corinthians. Os números são do Footstats. Mesmo assim, o meio-campista se tornou a terceira opção de Mano Menezes para a armação do time.

Na partida contra o Botafogo, no último sábado, o técnico resolveu poupar o titular Renato Augusto momentos antes do apito inicial. Em seu lugar, preferiu escalar Danilo, jogador de 35 anos que costuma render mais quando entra no segundo tempo, com os adversários já desgastados. Ele jogou ao lado de três volantes no meio-campo – uma dessas vagas podia ser de Jadson se Mano quisesse.

Mas Jadson só saiu do banco de reservas aos 23 do segundo tempo, quando a equipe já perdia por 1 a 0. Ele não conseguiu ajudar a reverter a vantagem, embora o time estivesse jogando com um homem a mais, graças à expulsão de um adversário. Mesmo assim, o Corinthians saiu de Manaus derrotado. No fim da rodada, acabaria caindo para a sexta posição do campeonato.

Jadson, trocado no começo do ano por Alexandre Pato, vive um de seus piores momentos com a camisa alvinegra. Em seus primeiros jogos, empolgou a torcida com boas atuações e passe para gols. Depois da parada para a Copa do Mundo, caiu de produção e começou a ser preterido por Mano Menezes.

Há algumas semanas, ele já mostrava insatisfação por estar na reserva. Mas as cutucadas que ele deu via imprensa não parecem ter sensibilizado o treinador, que ainda o vê em piores condições que Danilo.

TOP 3 DO DIA 🗞

Seleção

Jadson começou a ganhar holofotes no futebol brasileiro quando foi convocado pela primeira vez para a seleção brasileira justamente por Mano Menezes, em 2011. O meia atuava no futebol ucraniano e, embora tenha tido uma ótima passagem lá, era pouquíssimo conhecido no Brasil.

Mano foi muito contestado por convocá-lo, mas sempre o defendeu e lhe deu até a condição de titular da seleção. Quando o São Paulo resolveu contratá-lo por quase R$ 9 milhões, Mano elogiou o reforço.

De volta ao Corinthians, o técnico deu respaldo e incentivou a diretoria alvinegra para trazê-lo ao clube em troca de Pato.

Com Jadson provavelmente no banco, o Corinthians enfrentará o Atlético-MG na quarta-feira pela Copa do Brasil.

Fonte: UOL